Intolerância Alimentar – A200

R$ 1.085,00

Descrição

Intolerância Alimentar: o exame A200 é destinado ao diagnóstico de intolerância alimentar e sensibilizações contra alimentos e aditivos alimentares que podem levar a problemas de saúde inespecíficos causando disfunções gastrointestinais, inflamações, enxaqueca, cansaço, entre outras.

O exame A200 verifica 200 tipos de alimentos, tais como: peixe, verduras, trigo, entre outros. Uma vez identificados os alimentos responsáveis pela reação, eles poderão ser retirados da sua dieta mediante orientação médica. Fale com o seu médico, nutricionista e realize o teste.

Afinal, que é o exame A200?

O teste para intolerância alimentar identifica alimentos que levam à produção de anticorpos IgG, que poderão estar na origem de diversas doenças, como: intolerância a alimentos, transtornos gastrointestinais (Síndrome do cólon irritável), alterações dermatológicas (eczema), sobrepeso, enxaqueca e artrite.

O estudo de intolerância alimentar consiste em uma prova laboratorial que permite medir os níveis de imunoglobulina G, específica, frente a até 200 alimentos diferentes. Eles, que podem levar a problemas de saúde inespecíficos causando disfunções gastrointestinais, inflamações, enxaqueca, cansaço, entre outras. Quando identificados os alimentos responsáveis pela reação, poderão ser retirados da dieta mediante orientação médica.

Qualquer pessoa de qualquer idade pode realizar o exame A200 se perceber a ocorrência de sintomas de desconforto digestivo frequente ou crônico, ou quem quer se prevenir.

E como o A200 é realizado? 

Ele é realizado por meio de uma amostra de sangue. Essa amostra é submetida a análise pelo contato com mais de 200 tipos de proteínas alimentares diferentes, determinando os diferentes graus de reação na produção de anticorpos IgG diante de cada uma delas. A produção de IgG acima do normal indica possível intolerância àquele nutriente.

Principais sintomas das intolerâncias alimentares

A maioria dos sintomas das intolerâncias alimentares acontece de duas horas a dois dias após a ingestão do alimento e são de ordem digestiva: náusea, enjoo, dores e inchaço abdominal, diarreia ou constipação. Eu também posso sentir: dores de cabeça, tontura, dores articulares e fraqueza.

Qual o tratamento para Intolerância Alimentar?

A Intolerância Alimentar não tem cura, mas tem controle. Ele consiste em eliminar da dieta os alimentos que causam o problema. Em alguns casos, existem enzimas sintéticas que eu posso ingerir antes de consumir o alimento causador do problema, por exemplo, permitindo sua digestão. Lembre-se sempre de mostrar o resultado do exame para um profissional.

Agora, vamos falar sobre a diferença entre intolerância e alergia alimentar

As alergias alimentares normalmente aparecem quando o paciente ainda é bem novo. As intolerâncias, no entanto, podem aparecer a qualquer momento da vida a partir da dificuldade de digestão de um determinado alimento, sendo mais frequentes conforme envelhecemos. Isso acontece porque a digestão se torna mais lenta, já que diminuímos a produção de enzimas utilizadas na decomposição dos alimentos.

Com a dificuldade no processo de absorção de alguns nutrientes, o organismo retém a substância, que fica acumulada no estômago, e isso pode ocasionar desconfortos como cólicas, enxaquecas, obesidade, tontura, náuseas, psoríase, diarreia, arritmia, prisão de ventre, aftas, fadiga, conjuntivite, entre outras.

Caso exista um quadro de intolerância, o exame IgG mostrará uma significativa alteração. A alergia, por outro lado, eu consigo identificar quando o médico analisa os resultados do exame IgE.

Para saber mais: teste para intolerância alimentar mediada por IgG

As alergias alimentares são reações clássicas mediadas por Imunoglobulinas E (IgE) No entanto, as chamadas intolerâncias alimentares, mediadas por imunoglobulinas G (IgG) são menos conhecidas e apresentam uma manifestação mais tardia e menos evidente que as alergias IgE, não sendo diagnosticadas ou sendo confundidas com outras patologias. Atualmente, muitas pessoas convivem com elas e com todas suas consequências patológicas.

Entre 20 e 35% da população sofre, em diferentes manifestações clínicas, com efeitos derivados da sensibilidade a diferentes alimentos.

  • Não é necessário pedido médico para a realização do exame, porém é importante mostrar o resultado para um profissional; 
  • Não é necessário agendamento, basta apresentar o comprovante da compra em uma das nossas unidades. 

Saiba mais lendo nosso blog completo, clique aqui. 

Compre agora pelo nosso site  e vá até a unidade mais próxima do Laboratório Endocrimeta para a coleta. Basta apresentar o comprovante.

Confira aqui nossas unidades.

CONHEÇA O NOSSO BLOG