Varíola dos Macacos: Transmissão, Prevenção e Sintomas

varioladosmacacos.grupowp

A Varíola dos Macacos tornou-se uma preocupação global nos últimos meses, pois seus casos foram relatados em todas as partes do mundo e sua transmissão se mostrou bastante veloz.

A doença é causada por um vírus, o Monkeypox. Ele é o responsável pelos sintomas da Varíola e pelo rápido contágio.

Por isso, é fundamental saber as formas de transmissão do vírus Monkeypox, que são:

Contato respiratório com infectados;

Contato com objetos contaminados e

Relação sexual sem o uso de preservativo.

A melhor forma de prevenção é evitar o contato com pessoas diagnosticadas com a Varíola dos Macacos, considerando que essa é a principal forma de transmissão.

Também, os cuidados básicos precisam de atenção. É necessária uma boa higiene pessoal, de maneira correta, com a lavagem constante das mãos, principalmente antes das refeições. O uso de álcool é uma boa alternativa!

Sintomas da Varíola dos Macacos

A Varíola dos Macacos possui sintomas bem específicos, que podem ser notados facilmente pelas pessoas contaminadas. por isso, fique alerta ao sentir:

Formação de erupções na pele;

Febre acima de 38,5 ° C;

Calafrios;

Dores de cabeça;

Dores musculares e

Fraqueza.

Ao notar os sintomas, procure um Laboratório que disponibilize o teste e realize-o. Não coloque a sua saúde e a saúde das pessoas ao seu redor em risco!

Ajude outras pessoas a ter acesso a essas informações compartilhando esse conhecimento nas suas redes sociais. Continue acompanhando os artigos do nosso blog, pois sempre estamos postando conteúdos do seu interesse que podem facilitar o seu dia a dia. 

Leia aqui sobre a importância da Vitamina D para o seu organismo.

Se tiver alguma contribuição, dúvida ou sugestão de algum assunto que deva ser abordado pelo Grupo WP – Widal Pacheco, Endocrimeta e Conte, deixe seu comentário logo após o fim deste texto.

Até Breve! 

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

WhatsApp
Telegram
LinkedIn
Facebook
Twitter